Experiências do projeto “Sífilis Não” são apresentadas em painel da 3ª CIIS

Por Dênia Cruz – Ascom/LAIS

Na manhã desta terça-feira, um dos painéis da 3ª Conferência Internacional de Inovação em Saúde debateu experiências do projeto “Sífilis Não” entre os apoiadores e pesquisadores presentes no encontro. Com o título Aprendizados da Saúde Coletiva no Projeto “Sífilis Não” o painel mediado por Marise Reis, professora do Departamento de Infectologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e pesquisadora do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da UFRN, trouxe falas como do Secretário Estadual de Saúde Pública do RN, o médico Cipriano Maia, um dos mentores do projeto.

De acordo com Marise Reis o painel cumpriu seu papel. O objetivo era compartilhar experiências com os apoiadores do projeto “Sífilis Não” na troca de práticas para o enfretamento à sífilis no Brasil, pois a doença hoje é considerada uma epidemia nas suas três formas de contagio:  sífilis adquirida, sífilis em gestante e sífilis congênita. “As falas foram muito significativas, contribuições que dão a dimensão do que é o projeto. Tivemos a ousadia de trazer representações dos diversos municípios, de cada região do país”, destacou Marise.  A pesquisadora ainda falou sobre a participação do Secretário Estadual de Saúde Pública do RN, “era muito emblemático para nós o secretário ver hoje o produto que resultou do empenho dele antes de ser secretário. Outra coisa, ele como gestor está convidado a continuar nessa luta, fazer sua parte, e nos levar juntos”, finalizou ela.

Já Cipriano Maia colocou a importância de ter profissionais preparados para atender a população de forma correta na atenção básica no tocante a sífilis “o manejo na aplicação da penicilina é uma barreira, pois as vezes o profissional tem receio do choque anafilático, e por isso não faz a aplicação da medicação. Ainda precisa também tratar os parceiros sexuais dos pacientes que chegam as unidades, para que o tratamento seja concluído”, declarou Maia. Ele também assumiu o compromisso de como gestor pautar ações no enfretamento à sífilis na atenção primária, para ter outra percepção sobre doença no Estado.

Ainda apresentaram falas no painel Paulo Borem, diretor sênior do Institute for Healthcare Improvement, Rebeca Silva de Barros, coordenadora de Atividades Teórico-práticas do Programa Integrado de Residência de Medicina de Família e Comunidade e Multiprofissional em Saúde da Família (FESF/FIOCRUZ) – Práticas/FESF/FIOCRUZ e Fernando Faraco, diretor do Institute for Healthcare Improvement. E os apoiadores do projeto Carla Zilio/RS, Isabelle Mendes/MS, Paula Guidone Pereira Sobreira/RJ, Sandro Rogeiro Mendes/AP e Chyrly Moura/RN.

3ª CIIS
A 3ª CIIS é evento promovido pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN). A programação segue com até o dia 7, no hotel Holiday Inn, em Natal.